Estranhamente, pessoas ligadas ao ex-ministro Guido Mantega esvaziam fundo imobiliário

O Estadão denunciou uma “movimentação anormal com os CRIs da BB Mapfre” entre os dias 18 e 20 de abril. O volume de transações nesses três dias representou 90% do total negociado desde dezembro. São papéis sem liquidez, por isso a surpresa.

Qual a importância disso?

O Antagonista denunciou em janeiro que Victor Sandri e Henrique Peters, ligados a Guido Mantega, estruturaram com ajuda do BTG o fundo para construir o edifício que abriga a BBMapfre, seguradora do Banco do Brasil.

Sem aportar um real, a dupla virou dona do imóvel com dinheiro dos CRIs lastreados num suspeitosíssimo contrato de aluguel avalizado por Paulo Caffarelli, quando Mantega ainda era o ministro. A Lava Jato precisa correr.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Estranhamente, pessoas ligadas ao ex-ministro Guido Mantega esvaziam fundo imobiliário

Deixe uma resposta