Em passeata pacífica, movimento #VetaTemer é atacado com bomba na Paulista

Na noite de ontem um grupo saiu pela avenida Paulista em movimentação pacífica para exigir que o presidente Michel Temer vete o projeto da nova lei de migração, que de acordo com o grupo “ameaça a soberania nacional”.

As pessoas estavam apenas andando pela rua quando foram atacadas por uma bomba, cujos detalhes ainda não sabemos ao certo. De acordo com informações, logo após o ataque surgiram sírios no local, munidos de armas brancas como bastões e soqueiras para agredir os manifestantes. A PM agiu rapidamente e autuou os sírios supostamente envolvidos no ataque.

Curiosamente, pouquíssimo tempo após o ocorrido chegaram no local advogados de direitos humanos e até um intérprete, uma vez que um dos agressores nem mesmo falava português.

A ativista Bia Kicis, que participou do ato, fez um vídeo comentando o caso:

Houve também outro vídeo que mostra, com poucos detalhes, o momento da explosão.

As informações passadas por Bia Kicis condizem com outras fontes do Jornalivre. Assim que nossa equipe obtiver mais detalhes eles serão publicados de imediato.

Anúncios

3 comentários sobre “Em passeata pacífica, movimento #VetaTemer é atacado com bomba na Paulista

  1. É preciso expor os nomes de cada advogado de “direitos humanos” e suas conexões, só individualizando os movimentos fascistas conseguiremos algum êxito
    Recomendo uma área específica no site para macartismo, vigiar o vigilante.

Deixe uma resposta