Chico Alencar “desiste” de distribuir seu salário e admite que prefere usar dinheiro dos pagadores de impostos

O deputado federal Chico Alencar, do PSOL, disse em entrevista à Folha que pensou em socializar com o próprio salário de R$ 33.763,00 mensais, mas mudou de ideia. Com informações do ILISP.

O psolista diz defender a distribuição de renda, mas não da própria renda. Nesse caso, segundo ele, não passa de “brincadeira”. “Cheguei a pensar em entrar na pilha e marcar ‘distribuição de salário’ mês a mês, em pracinhas de cidades diferentes, de nomes incomuns, de cada estado brasileiro, mas desisti da brincadeira” disse.

Fora o salário bruto, que o coloca entre a elite de 0,1% mais ricos do país, Chico Alencar e demais deputados têm acesso ao “cotão” de R$ 35.388,11 por mês para despesas como passagens aéreas, gráficas, “consultorias”, etc.

Ele também conta com uma verba de gabinete de R$ 92.000,00 mensais para contratar até 25 assessores; auxílio moradia; plano de saúde e “ajuda de custo” em substituição aos 14° e 15° salários, extintos em 2013.

Somente no mandato atual, iniciado em fevereiro de 2015, Chico Alencar gastou R$ 637.087,39 do “cotão” parlamentar.

Mas socializar o próprio salário é só “brincadeira”, segundo ele. Sério só quando se trata do salário do pagador de impostos.

Anúncios

2 comentários sobre “Chico Alencar “desiste” de distribuir seu salário e admite que prefere usar dinheiro dos pagadores de impostos

  1. Se os políticos contribuíssem com a Previdência Social, e não desviassem recursos para outros ministérios, a Previdencia Social teria mais dinheiro do que tem além do que estão escondendo.

Deixe uma resposta