Advogado de Lula compara Moro ao sanguinário Robespierre, mas trata-se justamente do contrário

por Roger Scar

Robespierre foi o líder da violência praticada pelos jacobinos no período denominado como “regime de Terror”, a primeira onda de massacres de cunho político registrada na história na segunda fase da Revolução Francesa.

Naquele período, dezenas de milhares de pessoas viveram sob o primeiro ato reconhecidamente socialista da humanidade, mas o advogado de Lula finge entender as coisas de outro jeito. Em comentário feito à Folha de São Paulo, José Roberto Batochio, comemorou a soltura de José Dirceu e disse o seguinte:

“O Supremo fez chegar ao Brasil o 9 Termidor da Revolução Francesa. É a Justiça pairando acima da turba ululante das ruas. A decisão do Supremo muda a situação do direito penal de terror no Brasil.”

9 de Termidor do ano II, no calendário revolucionário, refere-se ao dia 27 de julho de 1794, quando Robespierre teve sua onda de assassinatos políticos encerrada com sua cabeça posta à guilhotina. Embora o advogado petista não mencione Moro diretamente, este comentário foi certamente direcionado a ele. O jurista tenta induzir o leitor ao erro colocando o juiz Moro como se fosse, ele próprio, a “encarnação jurídica” do assassino francês.

Vale lembrar, no entanto, que se trata justamente do contrário. Robespierre foi um totalitário de extrema-esquerda, um revolucionário assassino que serviu e ainda serve de inspiração para esquerdistas radicais mundo afora. O francês tem muito mais a ver com Che Guevarra ou Nicolás Maduro do que o juiz, o que é óbvio.

Se fôssemos agir de modo tão anacrônico e aplicar o modelo revolucionário francês da época ao Brasil atual, a soltura de Dirceu indicaria exatamente o oposto do que foi a execução de Robespierre.

Anúncios

Um comentário sobre “Advogado de Lula compara Moro ao sanguinário Robespierre, mas trata-se justamente do contrário

Deixe uma resposta