EXCLUSIVO: “Na ponta do fuzil” responde por formação de quadrilha e corrupção de menores

O militante ultraradical Érico Sant’anna Perella que se notabilizou em vídeo do youtuber Arthur Moledo, do canal Mamãe Falei, após afirmar que “com fascistas se dialoga na ponta do fuzil” foi detido hoje (02) pela Guarda Civil Metropolitana na Câmara Municipal de São Paulo, após invadir com intimidações, ofensas e ameaças o gabinete do vereador Fernando Holiday (MBL/DEM). Ele e seu comparsa, Jesus dos Santos, responderão por injúria e ameaça.

Não é a primeira vez que Érico Perella se vê arrolado pela justiça. Após investigações, o Ministério Público (MP) denunciou Perella e outros indivíduos por associação criminosa (formação de quadrilha) e corrupção de menores, em processo acatado pelo juiz e em tramitação nos tribunais. O artº 288 do código penal trata sobre associação criminosa, enquanto o artº 244-B da Lei 8069/90, que trata dos direitos da criança e do adolescente, fala em corrupção de menores. Veja:

04

A denúncia feita pelo MP detalha outras ações e a participação de Perella em atos terroristas e de ataque à Polícia Militar. Veja a íntegra:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Curioso notar que, em outro documento que cita a ação de Érico Perella, o autor da frase sanguinolenta de guerrilheiro comunista cubano se mostra, na verdade, um arregão covarde. De acordo com os autos, Érico ficou na retaguarda do conflito apenas “guardando celulares” e encerrou sua participação “deixando o grupo antes do término do evento”, isto é, fugindo.

05

Acima, frisamos a estratégia de terror adotada por Érico e seu grupo, que aparentemente seriam adeptos da tática criminosa black bloc. No processo, a participação do indivíduo será julgada. Agora, em dois casos policiais.

 

Anúncios

2 comentários sobre “EXCLUSIVO: “Na ponta do fuzil” responde por formação de quadrilha e corrupção de menores

Deixe uma resposta