URGENTE: Moro manda Lula devolver “tralhas” surrupiadas do acervo público

O juiz Sérgio Moro determinou que a Presidência da República faça uma busca no cofre do Banco do Brasil, em São Bernardo do Campo, as jóias que Lula ganhou de outros chefes de Estado enquanto ocupava a presidência. As informações são do Antagonista.

Conforme relatório preparado pela Secretaria de Administração da Presidência, ficou claro que os itens foram recebidos por Lula “em trocas de presentes” e, portanto, deveriam ter sido incorporados ao acervo público.

Os itens incluem espadas, uma adaga, várias esculturas e até uma coroa. Tecnicamente, é a apropriação de bens que pertencem ao tesouro público.

“Agentes públicos não podem receber presentes de valor e quando recebidos, por ser circunstancialmente inviável a recusa, devem ser incorporados ao patrimônio público”, disse Sérgio Moro.

Anúncios

5 comentários sobre “URGENTE: Moro manda Lula devolver “tralhas” surrupiadas do acervo público

  1. A propósito, o Moro não tem que devolver também as diferenças de salário? (aquelas verbas que excedem o limite imposto na PEC-40 ou seja tudo que passa hoje do valor em torno de + ou – 32 mil). segundo publicado na mídia, o juiz recebia mais de 65 mil. e aí, vai devolver Moro? Não só o juiz Moro, mas também os demais juizes e delegados que constaram da lista. Ah é só para colocar o Lula no JN? então tá bom. O povão vai gostar.

  2. Para a Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil), o índice de confirmação das decisões na segunda instância (TRF-4) revela a “isenção e capacidade” do juiz que conduz a Lava Jato.

Deixe uma resposta