Jurista reduz a pó professores de direito que apoiam greve lulista; veja

O renomado jurista paulistano Dr. Luiz Fernando Amaral publicou em sua página pessoal na rede social Facebook um texto que está dando o que falar na corporativista classe judiciária brasileira.

Corajoso, Amaral foi na jugular do puxa-saquismo mainstream da academia, atacando sofisticadamente os militantes partidários do meio acadêmico que foram secamente definidos como “párias” pelo jurista e professor premiado. A paulada escancarou as chagas de um academicismo mais preocupado com as benesses da “boquinha” do Estado e criticou àqueles que “defendem grevistas e atacam as reformas que se mostram necessárias ao país”, se referindo ao CarnaLula, suposta greve-geral convocada para esta sexta-feira (28) que foi convocada sob o pretexto de lutar contra as reformas trabalhista e previdenciária.

Antes de arrebatar, o articulado jurista disparou um “põe pra trabalhar!”, ao afirmar em caixa alta: “TRABALHEM E ESTUDEM!” após irreparavelmente definir que muitos pensam ser maiores do que realmente são. Uma pancada!

Leia a íntegra:

O MUNDO DÁ VOLTAS! – Há alguns anos eu falo dos “pseudodemocratas” vendidos a partidos no mundo acadêmico. Trabalharam como missionários religiosos! Hoje noto que boa parte deles está bastante preocupada com o fim da “boquinha”. Acharam que iam ficar a vida inteira sugando, sem qualquer compromisso com a academia e com os interesses nacionais. SÃO PÁRIAS do mundo acadêmico! Lambem o poder para manterem as próprias benesses. Quantas vezes vi parte desse povo deixando de dar aula e viajando o mundo às custas de determinadas “faculdades”. Hoje defendem grevistas e atacam as reformas que se mostram necessárias ao país. O que há de melhor em tudo isso? Nunca recebi um centavo para publicar minhas opiniões. Ao contrário de muitos, não estou à venda e não tenho bandidos preferidos! Acertem as contas com a Justiça, pois isso representa a correta aplicação do Estado Democrático de Direito. Onde estão os “messias” que tanto defendiam? Na cadeia ou a caminho? Saibam o significado da docência e o valor que reside na formação de seres pensantes e não de discípulos. Sabe como vocês erraram? Ao pensarem que eram maiores do que realmente são. TRABALHEM E ESTUDEM! Os alunos sabem distinguir quem dá aula e quem não tem o menor compromisso com isso. Jamais abrirei mão de respeitar a liberdade de cátedra! Ela não se presta à “lavagem cerebral” de quem quer que seja!

Veja no Facebook: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1269066719829705&set=a.201861633216891.44660.100001791678218&type=3&theater

Anúncios

Um comentário sobre “Jurista reduz a pó professores de direito que apoiam greve lulista; veja

Deixe uma resposta