Presidente dos Correios lembra que greve dá argumentos para a privatização

A decisão dos funcionários dos Correios de entrar em greve – por tempo indeterminado – pode ter o seu lado bom.

O fato é que o presidente da empresa, Guilherme Campos, argumentou que tal greve é útil em favor dos argumentos pela privatização.

Conforme o Implicante, ele disse que a greve “…dá argumentos para a parte que defende a privatização (…) A greve reduz o nível do serviço entregue, dá argumentos nesse sentido (…) É muito difícil privatizar, mas se a empresa não se mostrar viável, qual outro caminho nós vamos ter?”.

A existência de uma estatal para serviços de postagem é uma verdadeira aberração. A greve, enfim, é apenas um dentre vários argumentos em favor da privatização.

Anúncios

6 comentários sobre “Presidente dos Correios lembra que greve dá argumentos para a privatização

  1. Consegue quebrar porque o PT e outros partidos retiraram funcionarios de carrreira da administração e de cargo de confiança para colocar asseclas deles, porque afinal os sindicatos tem que sobreviver. Consegue quebrar porque o PT investiu o dinheiro do POSTALIS em títulos podres na Argentina e na Venezuela e ainda hoje os funcionarios tem descontos absurdo em seus salarios para cobrir o rombo que o PT fez para beneficiar os Hermanos. E mesmo agora com esse novo presidente não está sendo diferente, pois ninguém consegue gerenciar uma empresa sem conhecer seus reais problemas. Nesse país, profissional qualificado não tem vez, tem vez quem tem amizade com o presidente, com politicos corruptos e com quem adere ativa e passivamente a corrupção!

  2. Quem trabalha na empressa sabe ,que a mesma se encontra gracas aos roubos nos cofres ,no postalis,pois entra encomendas,sedex,correspondencias ,o dinheiro que entra na empressa fica so um percentual o resto vai tudo pro governo,sobre privatizar,ai pergunto e afirmo quem vai nas vilas fazer entregas?os grandes querem so o que e grande,se esta ruim pode piorar com a privatizacao,

  3. Eu acho um absurdo a empresa chegar aonde chegou. Pelo amor de Deus… Fizeram o correio nú ki fizeram.. era uma empresa tão bom de trabalhar. Hoje tá horrível. É funcionário contra funcionário é chefe contra funcionário. Porém hoje os autoridades dá fizeram realmente que acontecece tudo isso quem carrega a empresa nas costas somos nós os carteiros até pra termos um aumento no decidido pra nós é um sofrimento. Não precisava tudo isso. É por isso que essa empresa hoje só funciona assim quando estamos cheios basta tudo isso uma empresa que era tão bom pra trabalhar e hoje é assim culpa de quem heim adivinha???????

  4. Uma vergonha essa greve,afinal os maiores prejudicados somos nós consumidores que pagamos para ter o serviço que aliás é de péssima qualidade.Com uma crise dessas e as empresas parando só no Brasil mesmo.

Deixe uma resposta