Acabou a farsa! Viraliza imagem provando que greve é ato pró-Lula

Acabou a farsa dos sindicatos. Uma fotografia está correndo a internet e viralizando em todas as redes sociais. Cartazes colados em alguma cidade brasileira mostra texto convocando para a “greve-geral” desta sexta-feira (28). Ao lado, um cartaz do Partido da Causa Operária, o PCO, diz: “Não à prisão de Lula / Abaixo o Golpe”. Veja:

WhatsApp Image 2017-04-27 at 16.09.21

Deste modo, um dos partidos ultraesquerdistas mais radicais do país admitem que a adesão a greve-geral é um ato de apoio ao penta-réu Lula e demonstra que toda a extrema-esquerda brasileira está unida em torno da pauta e tentando te enganar.

Outra pauta oculta dos sindicatos é que não ocorra o fim do imposto sindical obrigatório, o que fará com que dirigentes sindicais tenham que trabalhar e impossibilitará atos como este, pagos com o dinheiro público.

Anúncios

9 comentários sobre “Acabou a farsa! Viraliza imagem provando que greve é ato pró-Lula

  1. Isso é aqui em Teresina-PI. Sou estudante da UFPI e nessa semana me deparei com vários cartazes desses no campus, até mesmo no restaurante universitário. Uma vergonha!

  2. O povo! nós estamos cansados desse tipo de monopólio da esquerda, oprime os trabalhadores inocentes e menos esclarecidos, precisamos esclarecer a verdadeira cara desses esquerdista. .

  3. Como advogada ,sempre discordei dá obrigatoriedade de contribuição do trabalhador com a falsa ilusão de receber assistência , especialmente,quando presenciei um advogado ,presidente de um sindicato cobrar honorários do cliente filiado no percentual de vinte por cento pela celebração de acordo,cuja ação era movida pelo próprio sindicato contra a empresa filiada. Além de tal cobrança estar em desacordo com o artigo oitavo dá Constituição Federal.

  4. esses sindicatos pelegos deverião mobilar os brasileiros contra o fim da corrupção em todos os níveis. Os brasileiros querem o fim da corrupção, fim do imposto sindical, e a prisão do chefe dessa organizão criminosa chama PT e o LuLa.

Deixe uma resposta