Vera Magalhães expõe Lula: o sócio majoritário do esquema criminoso de poder

A cada dia que passa se esfacela o mito de que todos os políticos “são idênticos” na corrupção. Embora existam corruptos em vários partidos (e eles devem ser punidos por isso), é evidente que um único partido levou a corrupção a escala inédita em termos mundiais: o PT.

Em sua coluna no Estadão, Vera Magalhães dá ainda mais argumentos para demonstrar que não há comparação para a corrupção praticada pelo PT e pelo maior líder do partido, Lula.

“As últimas e estarrecedoras revelações do submundo da empreiteirocracia instituída no Brasil por Luiz Inácio Lula da Silva e mantida sob Dilma Rousseff não deixam dúvida: Lula não era apenas beneficiário, mas sócio majoritário e idealizador do esquema que pilhou a Petrobrás, o BNDES, o setor elétrico, a Receita Federal e sabe-se lá mais quantos pedaços do Estado. Mais: Lula se tornou sócio dos empreiteiros não só depois de instalado no Palácio do Planalto. As negociatas começaram bem antes, quando o sindicalista ainda começava a angariar a fama que viria a ter”, diz Vera.

Ela concorda que todos precisam ser punidos, mas é preciso dar atenção especial a quem organizou todo o esquemão: “Todos têm de ser punidos e seus beneficiários de diferentes partidos, de tucanos a comunistas, passando pelos peemedebistas de sempre, merecem a aposentadoria compulsória da política e a pena da lei.Mas que não reste dúvida: o verdadeiro sócio do esquema criminoso que colocou em xeque a ainda incipiente democracia brasileira atende pela alcunha de Lula, e sua máscara caiu indubitavelmente diante dos olhos da Nação. Quem ainda não enxergou é porque não quer mesmo ver.”

Anúncios

Um comentário sobre “Vera Magalhães expõe Lula: o sócio majoritário do esquema criminoso de poder

  1. Verdade Vera. Queremos que o Brasil avance com justiça , decência e ordem. Assim como disse o Presidente do Peru, “contém comigo, serei severo contra a corrupção “.

Deixe uma resposta