Batochio deve abandonar defesas de Lula e Palocci

O advogado José Roberto Batochio – um dos mais caros do Brasil – deve abandonar a defesa dos petistas Lula e Palocci. As informações são de Mônica Bergamo. A alegação costumeira de Batochio é que ele não trabalha com clientes em condição de delação, mas isso não explica o abandono da defesa de Lula. A não ser que o ex-presidente já tenha decidido delatar.

Batochio teria dito que, como defendeu Palocci durante mais de dez anos, ele não se sentiria à vontade para confrontá-lo caso as delações tenham como alvo o ex-presidente Lula.

“Permanecer na defesa de Lula traria um outro problema. Como é provável que Palocci, para efetivar a delação, mire seu canhão no peito do ex-presidente, Batochio seria obrigado a confrontá-lo, classificando todas as eventuais declarações do ex-ministro como mentirosas. O problema é que ele advogou para Palocci por dez anos, absolvendo-o em uma dezena de processos. E não teria como, agora, voltar-se contra ele nos tribunais”, diz a colunista.

O discurso tem toda a pinta de papo-furado de Batochio. Pode-se apostar que o clima é de “já era” nas hostes lulistas, principalmente depois das delações de Leo Pinheiro e, agora, de Antonio Palocci.

Anúncios

Deixe uma resposta