Somente no Morro do Alemão, Cabral desviou R$ 127 milhões

A nova denúncia do Ministério Público contra Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, diz respeito à corrupção em contratos no PAC das favelas e no Maracanã. Essa é a sexta acusação contra Cabral.

Segundo a denúncia, somente no PAC do Complexo do Alemão foram desviados 127 milhões de reais. Ou seja, 22% dos 708 milhões de reais gasto no complexo de favelas foi usado no pagamento de propinas.

A mesma ação penal acusou outras 18 pessoas por corrupção e lavagem de dinheiro.

Anúncios

Deixe uma resposta