Ex-embaixador de Chávez no Brasil articulou apoio da Odebrecht

João Santana acusou o ex-embaixador venezuelano no Brasil Maximilien Arvelaiz de ter sido “o principal articulador e garantidor” da campanha que o marqueteiro fez para Hugo Chávez em 2012. Tudo pago pela Odebrecht.

“Na Venezuela também houve (caixa dois). A campanha da Venezuela, nós fomos convidados a fazer. O principal articulador e garantidor dessa campanha foi o então embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien…”

Segundo o marqueteiro, o embaixador “tinha tanto contato com o Partido dos Trabalhadores como com empresas brasileiras que trabalhavam na Venezuela”.

O depoimento de Feira confirma os informes diplomáticos de Maximilien publicados por Veja no ano passado, nos quais o diplomata fala que Lula estava pessoalmente empenhado em reeleger Chávez e que estabeleceria no Brasil um “comando de campanha” com José Dirceu.

“Uma derrota de Chávez em 2012 seria igual ou pior que a queda do muro do Berlim”, disse Lula, segundo o relato do então embaixador.

A matéria é do site O Antagonista.

Relatório produzido pelo embaixador Arveláiz sobre encontro com o ex-presidente Lula

Anúncios

Deixe uma resposta