Moro exige que Lula ouça as 87 testemunhas de defesa arroladas pelo ex-presidente

Sérgio Moro decidiu ouvir todas as 87 testemunhas de defesa arroladas pela defesa de Lula na ação penal da Lava Jato. Detalhe: o juiz afirmou que a presença de Lula será exigida em todos os depoimentos. As informações são do G1.

“Será exigida a presença do acusado Luiz Inácio Lula da Silva nas audiências nas quais serão ouvidas as testemunhas arroladas por sua própria Defesa, a fim prevenir a insistência na oitiva de testemunhas irrelevantes, impertinentes ou que poderiam ser substituídas, sem prejuízo, por provas emprestadas”, diz o despacho.

A decisão de Moro, que é responsável pelas ações da lava Jato na 1ª instância, foi publicada no sistema da Justiça Federal do Paraná no fim da tarde desta segunda-feira (17). A justificativa da decisão é “evitar alegações de cerceamento de defesa”.

Para o juiz, a oitiva de todas as testemunhas é desnecessária, considerando que houve várias desistências na outra ação penal na qual o ex-presidente é réu: “Bem como considerando o teor dos depoimentos de várias, de caráter eminentemente abonatório ou sem conhecimento específico dos fatos que eram objeto da acusação”, afirma em trecho da decisão.

A exigência de comparecimento nas audiências para depoimento de suas testemunhas de defesa foi estendida a todos os réus do processo: “Fica, porém, indeferida a dispensa da presença dos acusados nas audiências de oitiva das testemunhas arroladas por suas próprias Defesas. Em outras palavras, os acusados deverão comparecer pessoalmente nas audiências destinadas à oitiva de suas próprias testemunhas”, explica Moro.

Muito provavelmente Lula tentou enrolar Moro convocando um excesso de testemunhas de defesa. Talvez pensasse que ficaria num hotel enquanto Moro fosse aporrinhado. Nada feito: ele vai ter que ouvir todas as testemunhas junto com Moro.

Ponto de novo para o juiz de Curitiba.

Anúncios

4 comentários sobre “Moro exige que Lula ouça as 87 testemunhas de defesa arroladas pelo ex-presidente

Deixe uma resposta