Delator diz que Odebrecht pagou propina até para tribo indígena

O delator da Odebrecht Henrique Valadares disse, em seu depoimento, que a empreiteira fez pagamentos via caixa 2 para índios e integrantes da CUT. As informações são do Infomoney.

Segundo ele, sob o codinome “Tribo”, lideranças indígenas receberam depósitos em conta-corrente como pagamentos vinculados ao Projeto Madeira.

O executivo mencionou “parcelas de R$ 5 mil para Antenor Karitario (c/c da esposa), R$ 2 mil para Orlando Karitario, R$ 2 mil para a Associação dos Povos Karitianos, e R$ 1,5 para pagamento de pequenas solicitações dos mesmos”.

“Tribo. Esse cara se tornou até meu amigo, tenho até um cocar lá em casa. O chefe da tribo lá é o Antenor Karitário”, disse.

Anúncios

Deixe uma resposta