Emilio chegou a ajudar Lula na elaboração da “Carta ao Povo Brasileiro”

Emílio Odebrecht fez, em sua delação, um relato de como conheceu Lula, no início da década de 90, durante uma greve no setor petroquímico. Lula lhe foi apresentado por Mário Covas.

Desde então, o patriarca do Grupo Odebrecht cultivou uma relação de íntima amizade com o petista e o ajudou financeiramente em todas as campanhas que concorreu – mesmo nas que foi derrotado.

Emílio estima que tenha pago em média R$ 20 milhões a Lula por campanha, no caixa 2. Mas a relação não era apenas financeira. Eles se reuniam trimestralmente, desde que Lula chegou ao Planalto em 2003, para afinarem interesses.O relato indica que Lula deve a Emílio Odebrecht sua trajetória política e mesmo a eleição à Presidência.

“A Carta ao Povo Brasileiro, feita com o propósito de acalmar o mercado financeiro, é um exemplo exato do tipo de apoio não financeiro que dávamos ao ex-presidente Lula. Essa carta tem muita contribuição nossa.”Confira a ÍNTEGRA do relato.

A informação é do site O Antagonista.

Anúncios

Deixe uma resposta