Dimenstein critica proprietário que pintou muro e seus leitores reagiram daquele jeito

O dono do Catraca Livre, Gilberto Dimenstein, continua ávido em sua sanha de sair atacando a torto e a direito, sem muito discernimento. É um erro básico em táticas de guerra.

Em relação ao dono do muro vandalizado, ele escreveu o seguinte, em sua página de Facebook: “Vejam o que site-hater JornaLivre, supostamente sediado em Joinville, comenta sobre o Beco do Batman. Eles dizem que o morador do Beco do Batman apagou pichações de seu muro. Conheça essa ‘pichação’. Será que eles não cansam de passar vergonha, confundindo pichação com grafite?”

Não interessa se é pichação, grafite ou um quadro de Mozart. O que interessa é que em qualquer país que não seja socialista existe algo chamado direito à propriedade. O desrespeito à propriedade alheia é mais uma comprovação de que Dimenstein não passa de um autoritário de extrema-esquerda. É a extrema-esquerda – ou seja, os socialistas – que acham que podem oprimir os outros no uso de suas propriedades.

O print está abaixo, para que ele não consiga deletar e nem se safar:

O pior para ele vem agora, com a reação coletada da maioria dos leitores que se posicionaram até o momento:

E tudo isso enquanto o dossiê com um calhamaço de evidências de tudo que ele fez ainda não foi à público. Imaginem quando for…

Anúncios

Deixe uma resposta