Delator soltou a língua: “Dilma e Graça Foster teriam conhecimento dos fatos”

Dilma Rousseff e Graça Foster “teriam conhecimento dos fatos”, conforme os delatores Márcio Faria, Hilberto Mascarenhas Filho, Luiz Eduardo da Rocha Soares e Marcelo Odebrecht, que também citaram o petista o petista Humberto Costa, o “Drácula”, num esquema na Petrobras para favorecer a empresa. Também mencionaram que até Michel Temer possivelmente participou do esquema.

“Segundo o Ministério Público, relatam os colaboradores a ocorrência de solicitação de vantagem indevida, por parte de agentes públicos vinculados a Petrobras S/A, como contrapartida à adjudicação de contrato administrativo associado ao Plano de Ação de Certificação em Segurança, Meio Ambiente e Saúde – PAC SMS. São narradas, nesse contexto, reuniões entre representantes do Grupo Odebrecht e da Petrobras S/A, que culminaram na solicitação de 3% (três por cento) do valor do contrato caso a Odebrecht lograsse êxito no processo licitatório, sendo que, posteriormente, teriam sido empregados meios para frustração ou redução do caráter competitivo do certame.Os colaboradores ainda informam que os então candidatos Delcídio do Amaral (“Ferrari”) e Humberto Costa (“Drácula”) tinham conhecimento dos termos do ajuste e teriam solicitado, a fim de custear campanhas eleitorais, parte da propina. Em relação aos repasses em favor de “Drácula”, apresenta-se planilha da qual consta registro do pagamento de R$ 591.999,00 (quinhentos e noventa e um mil, novecentos e noventa e nove reais).Há, ainda, menção à possível participação do atual Presidente da República, Michel Temer, em virtude de suposta reunião da qual teriam participado Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, ocorrida em 15.07.2010 em São Paulo. Também se noticia que a ex-Presidente da República Dilma Rousseff e a ex-Presidente da Petrobras S/A Graça Foster teriam conhecimento dos fatos.”

As informações são do Antagonista.

Anúncios

Deixe uma resposta