Motim: Senadores petistas não querem Gleisi e nem Lindbergh na presidência do partido

Pelo menos cinco senadores do PT andam inconsoláveis com as opções disponíveis para presidir o PT. Humberto Costa, Jorge Viana, José Pimentel e Paulo Rocha não engolem as candidaturas dos colegas de bancada Lindbergh Farias e Gleisi Hoffmann, a preferida de Lula.

No Senado, vira e mexe, um deles bate de frente com Lindbergh ou Gleisi. Vê-los no comando da legenda, para esse grupo, será uma lástima.

Eles avaliam que aguardou-se além do razoável Lula decidir se iria ou não assumir a presidência da legenda e, em consequência da letargia, lançaram tarde demais o nome de Marcio Macedo, tesoureiro da sigla e apoiado pelo quarteto. Agora, já era.

A matéria é da coluna Radar On-Line, da Veja.

Um comentário sobre “Motim: Senadores petistas não querem Gleisi e nem Lindbergh na presidência do partido

  1. Porque esta briga por presidir uma agremiação em decadência, por salário extra ou outro benefício pecuniário qualquer, por propina?
    Ambos possuem capacidade administrativa suficiente para fazer o PT ressurgir das cinzas? Claro que não, ambicionam somente projeção pessoal.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s