Moro dá no rim dos inimigos da Lava Jato: “A situação do Brasil não está afetada pelos custos da corrupção?”

Em entrevista ao jornal argentino Clarín, Sérgio Moro afirmou que a Lava Jato já atravessou “a metade do rio”. “O problema é que vão surgindo provas de novos acontecimentos e, por isso, falo de uma corrupção sistêmica.”

“Ele também disse:”Apesar de a opinião pública estar, majoritariamente, a favor das operações, há uma minoria que às vezes incomoda. Principalmente quando tenta dizer que o meu trabalho tem intenção político-partidária.”

“Essa regra de esperar até o fim (o julgamento em tribunais superiores) era utilizada para dar impunidade a criminosos poderosos. A lei tem de proteger o acusado, tanto o culpado como o inocente, mas o sistema também tem de permitir uma resposta institucional para os delitos.”

“É preciso construir as instituições no dia a dia. A responsabilidade não é de uma só pessoa. Acho que há um foco excessivo em mim, quando na verdade existe uma polícia que investiga, um ministério público que acusa e outros tribunais que revisam as minhas decisões.”

“Os países corruptos podem competir em condições de igualdade em um mundo cada vez mais globalizado em que os custos adicionais fazem diferença? A situação do Brasil, com déficits crescentes, também não está afetada pelos custos da corrupção?”

A informação foi divulgada pelo site O Antagonista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s