Dirceu deve se enrolar feio de novo após Coaf descobrir pagamentos em moeda estrangeira

A JD Assessoria e Consultoria, de José Dirceu, aparece num relatório do Coaf enviado à PGR. Além do sabido faturamento de 33,2 milhões de reais em seis anos, a Consultoria teria recebido por meio de contratos de câmbio em 95 ocasiões, no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2014. Os dados foram apontados pelo Radar On-line.

Entre os clientes optando por pagar pelos serviços de Dirceu em moeda estrangeira está uma das protagonistas da Lava Jato, a UTC Engenharia. Essa e outras operações deixaram o Coaf de orelha em pé.

As informações da Polícia Federal contidas num despacho assinado por Sergio Moro em julho de 2015 demonstram que a UTC fez 33 depósitos à JD, que somaram 2,8 milhões de reais, entre fevereiro de 2012 e outubro de 2014.

“A movimentação da JD Consultoria e Assessoria seria incompatível com a sua capacidade financeira presumida, tendo em vista manter relacionamento com diversas empresas, supostamente, envolvidas em esquemas fraudulentos e operações
deflagradas pela Policia Federa, como a Operação Lava Jato”, dizem os analistas do Coaf.

Anúncios

Deixe uma resposta