Advogado entra com representação no MPF contra lei fascista que dá brecha para proibir UBER

O advogado, Lucas Gandolfe, representou no Ministério Público Federal contra um projeto autoritário encabeçado pelo petista Carlos Zarattini (PT).

Na tarde dessa terça, o texto foi aprovado para “autorizar” o funcionamento de aplicativos de transporte, como o Uber, mas durante a noite foi aprovada também uma emenda – por 226 votos a 182 – estabelecendo que o transporte individual de passageiros é uma atividade de natureza privada.