URGENTE: Em plenário, Holiday denuncia esquema milionário entre Haddad e Catraca Livre

Na sessão plenária de hoje (04) — que acontece nesse instante — o vereador Fernando Holiday levou a plenário, dando conhecimento a todos os demais vereadores, uma denúncia que há semanas vem repercutindo nas redes sociais: O prefeito Fernando Haddad (PT) teria atropelado a vontade popular e o interesse público na Vila Madalena para beneficiar seu amigo, o jornalista Gilberto Dimenstein, e seus estabelecimentos privados na rua Medeiros e Albuquerque. Através de uma medida monocrática, o prefeito fechou a rua dos estabelecimentos aos sábados, domingos e feriados durante dois anos, à revelia da maioria dos moradores e em benefício quase que exclusivo dos empreendimentos privados. A medida, caso comprovada, ensejaria condenação por improbidade administrativa contra o ex-prefeito, que teria tratorado a lei para beneficiar financeiramente o portal que dava suporte a sua campanha e mandato.

Foi durante a gestão federal petista que o ex colunista da Folha de São Paulo captou milhões de reais via lei Rouanet. A verba foi liberada a pretexto de financiar atividades culturais promovidas no Armazém da Cidade, um dos botecos de Dimenstein.

No tempo em que falou, Holiday apresentou fotos e documentos que comprovam a denúncia e serão enviados — segundo o vereador — ao Ministério Público, para que seja aberto um inquérito contra o ex-prefeito e o ex-jornalista. Entre as evidências encaminhadas ao MP estão a falta de alvará e laudo do corpo de bombeiros, além da exposição da troca de e-mails entre moradores e subprefeitura à época, que negligenciou os abusos.

Porém, o maior impacto vem a partir de Fernando Haddad. Nas redes sociais, ele admitiu a influência de Gilberto Dimenstein na escolha. Inclusive no site da prefeitura foi publicado que a opção pela rua em que ficam os estabelecimentos ligados ao Catraca Livre foi imposição direta do gabinete do prefeito. Uma das contrapartidas, também expostas, foram diversas matérias elogiosas no site da organização, que atuou como cabo eleitoral informal do ex-prefeito. Agora, a denúncia será apurada por órgãos competentes.

Anúncios

8 comentários sobre “URGENTE: Em plenário, Holiday denuncia esquema milionário entre Haddad e Catraca Livre

  1. O Sr. Fernando Haddad precisa ser investigado em todos os seus atos nos quatro anos em que esteve fingindo governar a cidade. Sua administração não resiste a nenhum tipo de apuração criminal ou cível. Se forem buscar as verdades ele sai preso e inelegível por tempo indeterminado.

  2. Qual o melhor comentário?

    Tá com a catraca na mão.
    Tá com a catraca trancada.
    Não passa uma agulha nessa catraca
    Essa catraca tá cortando um prego.

  3. deveria ter levantado tudo e denunciado ao MP, em primeiro lugar. depois com a denuncia na mão. ir ao plenário e expor.. ou não visto que pode atrapalhar as inverstigações. isto é um ato mais político do que legal.

Deixe uma resposta