PSOL quer cassação de Holiday, que combate doutrinação ideológica nas escolas

É impressionante como a esquerda age rápido para travar qualquer ação do vereador do Movimento Brasil Livre (MBL), criminalizando a militância à direita. Ontem (03 de março), Fernando Holiday visitou duas escolas do município de São Paulo para fiscalizar os problemas estruturais e o conteúdo programático dado em sala de aula. Em vídeo nas redes sociais, ele diz procurar casos de “doutrinação ideológica” e cita o programa ‘Escola Sem Partido’, do advogado Miguel Nagib. Veja:

Após as visitas e a publicação do vídeo, a reação de parlamentares do PSOL foi quase que imediata. Defendendo a doutrinação em sala de aula, o deputado estadual Carlos Gianazzi, ligado ao sindicato dos professores no Estado de São Paulo, publicou um texto em sua fanpage em que promete “acionar a Corregedoria da Câmara Municipal, o Ministério Público e exigir um posicionamento da SME”.

Sua colega de parlamento paulistano, a vereadora feminista do PSOL Sâmia Bonfim, também postou texto contrário, afirmando ter recebido “denúncias” sobre as visitas do vereador.

Ao contrário do que afirmam, todas as visitas ocorreram com a devida autorização da direção, onde o vereador foi tratado — e tratou a todos — com o maior respeito, de acordo com suas publicações.

A ação da extrema-esquerda enseja frear a fiscalização e manter a doutrinação em sala de aula, feita por professores ligados à partidos como o PSOL e o PT. A representação do deputado estadual deve pedir a cassação do mandato de vereador de Fernando Holiday por abuso de poder e improbidade administrativa. O pedido se juntará a outro, feito pelo PT municipal.

O artigo 23 da lei orgânica do município, ainda em vigor, garante ao legislador municipal a prerrogativa de visitar prédios públicos e pedir informações.

27 comentários sobre “PSOL quer cassação de Holiday, que combate doutrinação ideológica nas escolas

  1. Você não sabe nem o que tá fazendo aí, vereador Holiday….
    Que sujeito arrogante…Avisa a próxima escola que for, irei lá com maior prazer… ABS

    Curtir

  2. Esse moleque babaca foi eleito para fiscalizar a gestão do prefeito. Se um professor usa camisa A ou B para dar suas aulas é problema dele, não é atribuição desse vagabundo policiar esse tipo de atitude. Cabe a esse babaca conferir se a merenda está certa, se o prefeito já estregou os uniformes, se o onibus que o prefeito cortou já regularizou e por ai vai. mas não esse otario apenas lambe as botas do prefeito e pensa que é Dep. Federal,ou senador. alguem precisa mostrar o devido lugar desse babaca.

    Curtir

    1. Xiu aê petralha maldito. Vcs são tão coerentes que vivem falando que é pra ocupar o que for estabelecimento público, mas um vereador, que tem por “cliente” a população, não pode ir, né??? vai chupar uma rola, seu merda…e segundo, veja o vídeo do Holiday, pois ele falou que também viu os aspectos pertinentes à estrutura oferecida ào ensino…vai ler Brasil 247 e deixa de ver jornal de quem não chupa a rola do Lula, pois é isso que incomoda vcs !!

      Curtir

    2. Ele não é moleque, pois vou utilizar de uma logica que a esquerda não tem, (em uma empresa seria alem de ter uniforme A, eles devem seguir a grade de trabalho para exercer sua função, sendo assim fora de seu trabalho ele pode ser até o Zelda, mas dentro deve seguir o padrão de respeito e neutralidade) outra caso não saibam ele é vereador e assim pode pedir para entrar na escola e se permitido ele entra, assim como qualquer cidadão, e antes de tudo ele mesmo disse estar indo para ver tudo, mas tem sempre uns que preferem atacar a elogiar, pois ele não pertence a elite idiota que pede Paz mas não mede esforços para xingar, denominar um vereador que esta fazendo o que os outros deveriam fazer mas não fazem….. parabéns Fernando Holiday você não esta sozinho.

      Curtir

    3. Rogério a lei municipal permite que ele faça essa fiscalização, e ele tem recebido pedidos de pais de alunos a respeito disso. O “devido lugar” dele é exatamente onde ele está e fazendo o que tem feito.

      Curtir

    4. Rogério a lei municipal permite que ele faça essa fiscalização, e ele tem recebido pedidos de pais de alunos a respeito disso. O “devido lugar” dele é exatamente onde ele está e fazendo o que tem feito.

      Curtir

    5. Tá com medo do cara visitar as escolas e achar alguma coisa!???? Parabéns pra ele que realmente está trabalhando!!! Quem não deve não teme fiscalização.

      Curtir

    6. Problema do professor não meu senhor…Professor se forma e é contratado pra dar aula…Eqiam falou q poder legislativo e só deputados federal?
      E quanto ódio é esse em suas palavras ?

      Curtir

      1. Alguns elementos são bitolados , invejosos, papagaios de lideranças e não tem opinião propria muito menos a capacidade de pelo menos ler o artigo 23 da lei organica do municipio. Professor foi contratado pelo estado (que não produz nada mas fica com quase 50% do que e’ produzido no pais), para ministrar aulas e não doutrinar ou educar. O vereador que deixar de fiscalizar atos do administrador publico ou qualquer outro elemento prestador de serviços publicos (municipal , neste caso) deveria perder o mandato e não do jeito que esse pessoal do Psol ou outros esquerdistas fazem (inversão de valores e’ a bandeira dos esquerdopatas).

        Curtir

      2. A boca fala do que o coração está cheio. Puro ódio destilado por um ser ignorante. Este comentário é tipico de doutrinado mal educado, sem visão, sem responsabilidade, sem ética, sem respeito, dem vergonha na cara!

        Curtir

      3. Quanto vc ganha pra defender os Fascistas da MBL ? Espero que o dinheiro compense os longos anos no inferno. Legislar contra pobre e ferrar os direitos deles não deve ser bem visto la em cima.

        Curtir

      4. A doutrinação inversa que o sr. capitão do mato pretende fazer realmente deixa as pessoas de sangue quente, como o amigo ai em cima. É compreensível. eu mesmo agia assim, mas hoje nem dou mais moral pra esse mbl, esses vendidos.

        Curtir

    7. Não, não, não, amigo!!! HAHAHhAA Você é um dos sem-noção esquerdista que acham que podem doutrinar as crianças sem nenhuma vigilancia. Seus dias de festas acabaram!! Se preparem. Agora é vigilancia em cima! Vereador na rua trabalhando. A mamata acabou!

      Curtir

    8. Rogério, que discurso de ódio e racismo é esse seu hein!!

      Se ele tem que fiscalizar a gestão do prefeito e deve ver merenda e uniformes, isso significa que ele também tem que ver o serviço prestado pelos demais funcionários da escola – inclusive os professores.

      Ele não precisa ser deputado federal ou senador para ir visitar uma escola com autorização. Qualquer um pode, inclusive eu e você.

      Curtir

    9. deixa de ser retardado mano. Pelo amorde concordo com as atribuições. Mas vc viu que ele também esta fazendo isso? Não né anta vermelha
      Se professor veste camisa A ou B?
      PARA DAR SUAS AULAS?
      Ele que faça o que quiser da vida dele mas NÃO PODE Enfiar suas ideologias na cabeça de crianças em formação seu débil. Me mordi agora a vá

      Curtir

  3. Moleque, babaca, vagabundo, otario, lambe botas… Afinal, o problema é um serviço q está sendo feito “errado” ou é com a pessoa q Holiday é?
    Pelo q a boa educação manda, trata-se com respeito até quem não está certo, pois quem ofende não está querendo resolver nada, e sim, tentando impor suas idéias.

    Curtir

  4. Isso é só engodo. Não existe doutrinação alguma nas escolas. O que se quer é impedir que o povo conheça sua história e os protagonistas da mesma. Esse moleque é apenas uma mera ferramenta do ataque que estamos sofrendo no nosso país pelo Sistema Financeiro Internacional e pelas Corporações extrangeiras. Um povo ignorante de sua própria História é fácil de ser dominado. Um povo sem noção de sociologia, de Moral e cívica é fácil de ser levado à desvalorização do bem comum e do espírito de cooperação. Querem nos forçar a sermos meros consumidores, Técnicos formados para exercerem tarefas até que possam nos substituir por autômatos, endividados pela redução de nossos salários e direitos trabalhistas e, ainda por cima, que não debatamos em sala de aula porque teríamos chegado às condições ultrajantes que estão sendo alicerçadas pelas “deformas” que os direitistas brasileiros tanto bradam como necessárias. Os chamo de “direitistas brasileiros” porque só aqui nesse país existe um grupo que historicamente age contra a pátria e contra a nação, pois sentem-se algo como quase europeus, quase yankes. Traidores!!!! A direita em todos os outros países são patriotas e não permitem jamais escolhas que sejam ruins para seus compatriotas. Ainda que conservadores, seu objetivo é o sucesso de seus respectivos povos. Aqui não! Aqui são um bando de VENDIDOS, lesa pátrias, traidores, todos agem por interesse próprio, irresponsável e a favor do lobi empresarial e do mercado financeiro.
    Esse papo de escola sem partido é na prática, censura, tentativa de criar uma geração de inconscientes da realidade presente, passada e futura do país.

    Curtir

  5. Parabenizo o Vereador pela atitude. Nossas escolas não são feitas para criar mulas doutrinadas pela esquerda. Não me arrependo por ter dado meu voto ao vereador Fernando Holiday

    Curtir

  6. O vereador pode visitar prédios públicos mas em nenhuma constituição está escrito que ele pode usar de seu cargo para causar medo ou causar insegurança a um professor que está em exercício dá função isto não é fiscalização isto é claramente ASSEDIO MORAL , um monte de fedelho brincando de gente grande dá nisto falta de maturidade e ética moral …
    Tem mais que correr atrás deste botinha mesmo, chega de abuso de poder, chega de ficar fazendo marketing com propósitos políticos em cima de coisa séria que é a educação, chega de demência e síndrome de perseguição, não quer ser perseguido por professores ? Que tal iniciar não tendo caixa dois ? Vocês vieram com esta ideia de que queriam fazem política de um modo diferente não queriam aumento de passagens de ônibus etc na verdade só queriam entrar para política se usando de falso moralismo, são um bando de Zé bostinhas sim tem que ser caçado sim, política é sério e vocês estão brincando, este Zé bostinhas nem devia estar lá falta muito bom senso para ele ter um pouco de maturidade para atuar no cargo

    Curtir

  7. Pessoal da esuqerda é mesmo racista. Vejam estes comentários acima.

    Quanto ao Holiday, o povo está tão acostumado com vereador que não trabalha que quando um resolve trabalhar e realmente exercer o mandato para o qual foi eleito, assusta.

    Siga em frente, Holiday. Você está no caminho certo.

    Curtir

  8. Escola sem partido, ou escola com “partido de direita”? Me parece que a segunda opção é que mais cabe na descrição da atuação do MBL, que tão apartidário quanto um cachorro com asas!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s