Reação de João Doria contra a Amazon rendeu mais de 200 mil livros para São Paulo. A cidade venceu…

A reação do prefeito de São Paulo, João Doria, à campanha de péssimo gosto da Amazon, que fazia defesa das pichações nos muros de São Paulo, rendeu mais de 200 mil livros para as escolas e bibliotecas municipais. No fim a cidade venceu. As informações são do Implicante.

O prefeito chamou a propaganda da Amazon de “marketing oportunista”, e parabenizou a ação de doações da Saraiva; Kabum; Somos Educação; Comic Con Experience; Empiricus; Alphagraphics e Multilaser. Doria chamou a iniciativa das empresas de “maketing do bem”.

Ao todo, foram arrecadados 219.350 livros, 100 Tablets e 100 computadores, em menos de dois dias.

Que sirva de lição para o mercado publicitário, entender o público é essencial. A campanha da Amazon além de defender a depredação de patrimônio , que é indefensável, cometeu o erro de tentar agradar a extrema-esquerda, um tiro no pé. Não se dialoga com terrorista.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Reação de João Doria contra a Amazon rendeu mais de 200 mil livros para São Paulo. A cidade venceu…

Deixe uma resposta