Governo Dilma tinha indícios de esquema um ano e meio antes da Carne Fraca

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento sabia da existência de um esquema de fraude na fiscalização de frigoríficos no Paraná desde outubro de 2015, ou seja, um ano e cinco meses antes de a PF deflagrar a Operação Carne Fraca. As informações são da Folha.

O relatório abaixo mostra as conclusões de uma sindicância interna do ministério para apurar irregularidades denunciadas por Daniel Gouvêia Teixeira, pivô da Operação Carne Fraca.

Ele procurou a PF para levar as informações que resultaram na operação deflagrada semana passada.

Mesmo assim, vários suspeitos do esquema foram mantidos em seus cargos pelo Ministério da Cultura. Isto ocorreu, é claro, durante a gestão de Dilma Rousseff.

 

Anúncios

Deixe uma resposta