Mídia de esquerda: Folha faz editorial criticando Lava Jato

É fato que a mídia brasileira tem um forte viés de esquerda. Seja por questões ideológicas ou por questões que desconhecemos, o problema é que, às vezes, alguns veículos de comunicação ultrapassam o limite do bom-senso.

Como também pode ser visto em análise do Antagonista, a Folha de S. Paulo dedicou um editorial ao aniversário da Lava Jato. Até aí, justíssimo visto que esta operação tem mudado a forma como a justiça e feita no Brasil. O problema é o conteúdo. De doze parágrafos, três elogiam as investigações de forma modesta. Os outros nove atacam o Ministério Público e o juiz Sergio Moro impiedosamente.

Na visão do jornal são “exemplos sérios de descontrole e de desequilíbrio em decisões e comportamentos pessoais” os itens abaixo listados:

1 – “A divulgação de uma conversa particular entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a então chefe do Executivo, Dilma Rousseff”.

2 – “A prática controversa de manter por longos meses os suspeitos de corrupção em regime de prisão cautelar”.

3 – “A hipótese de que tal recurso tenha contribuído para facilitar a obtenção de delações premiadas”.

4 – “A presença constante de Moro e outras autoridades da Lava Jato em eventos públicos calorosos, palestras consagradoras e páginas de apoio nas redes sociais”.

Definitivamente, não foi uma forma muito feliz de comemorar o aniversário da operação Lava Jato.

Anúncios

Deixe uma resposta