Lista fechada pode matar Lava Jato: Candidatos seriam escolhidos pelos políticos investigados

De acordo com levantamento feito pelo Broadcast Político, os políticos investigados e citados na Lava Jato ocupam cargos de destaque nos partidos com as maiores bancadas na Câmara de Deputados, ou seja, terão influência na definição de candidatos que integrarão as listas partidárias fechadas, caso esse sistema seja aprovado.

A lista fechada é um sistema que vem sendo articulado pelos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia e do Senado, Eunício Oliveira, com aval do presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes. A ideia é que, diferente do que ocorre hoje, o eleitor vote na legenda ao invés do candidato, e quem definirá a lista dos candidatos que serão eleitos será a cúpula do partido.

Dessa forma a sigla que tiver mais votos conseguirá o maior número de cadeiras, que serão ocupadas pelos primeiros da lista fechada. O novo sistema ainda enfrenta certa resistência no Congresso, mas se passar, pode colocar a operação Lava Jato em risco.

Isso porque, quem definiria a lista de quem vai ocupar as cadeiras na Câmara seriam justamente aqueles que estão na mira da Lava Jato, que usariam isso para se favorecer.

Anúncios

Um comentário sobre “Lista fechada pode matar Lava Jato: Candidatos seriam escolhidos pelos políticos investigados

Deixe uma resposta