Delfim Netto, que foi ministro durante a Ditadura Militar, elogia Karl Marx

Delfin Netto, ex-ministro da Fazenda da ditadura militar, concedeu uma entrevista ao site da Fundação Vanzolini, de São Paulo, e fez elogios a Karl Marx, considerado pai do comunismo

Para Delfim, a tecnologia vai liberar a humanidade do trabalho. “Como dizia o velho Marx, um dia ele vai ser poeta, outro pescador, noutro vai namorar. O homem precisa de tempo”, disse o ex-ministro.

A declaração é curiosa, mas serve para nos lembrar o tipo de gente que apoia as ideias de Karl Marx.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta