Lista de Janot derruba narrativa de que impeachment de Dilma seria único objetivo da Lava Jato

A lista de Janot é ainda mais importante do que se imaginava para a Lava Jato. Basta imaginar que, no apíce da operação de Sérgio Moro, quando o impeachment de Dilma Rousseff começou a ser debatido, a narrativa era a de que queriam barrar a Lava Jato.

Em seguida, disseram que havia uma estratégia que envolvia a absolvição de Cunha, que como sabemos, está preso. A Operação Lava Jato continua cada vez mais forte, com direito a variações, como a do Rio de Janeiro, que levou o ex-governador daquele estado para a prisão.

E agora, esta nova lista do PGR Rodrigo Janot só deixa claro que a tese inicial de que a Lava Jato era partidária não tem o menor sentido. A Lava Jato não parou, nem vai parar.

Com colaboração do Implicante.

Advertisements
Anúncios

2 comentários sobre “Lista de Janot derruba narrativa de que impeachment de Dilma seria único objetivo da Lava Jato

  1. SE A LAVA JATO NÃO É PARTIDÁRIA, POR QUÊ NINGUÉM DO PSDB FOI PUNIDO, DEPOIS DE QUASE QUARENTA AÇÕES DA MESMA???
    POR QUÊ O SAPO CURURU, GILMAR MENDES SEMPRE TIRA O CU DO AÉCIO, DA RETA ????
    POR QUÊ JUCÁ E RENAM NÃO FORAM PUNIDOS ATÉ AGORA , QUANDO RENAM ATÉ MESMO DESOBEDECEU O STF E O O CRIME DE JUCÁ FOI MUITO PIOR DO QUE A DO DELCÍDIO, QUE FOI PRESO EM 24 HORAS ?????
    CABERIA MUITAS E MUITAS PERGUNTAS, MAS OS GOLPISTAS SABEM AS RESPOSTAS DE TODAS ELAS, MAS NUNCA VÃO ADMITIR!

    1. Porquê ninguém do PCDOBosta foi punido? A sim a lava jato é partidária não é? Nunca ouviu falar em foro privilegiado? Pois é. Quem nomeou a maioria do STF? O PT.

Deixe uma resposta