Catraca Livre promove linchamento público de fisioculturista por piadinha “gordofófica”

O site Catraca Livre, maior especialista em linchamento público de trabalhadores no Brasil, ajudou a reproduzir ataques contra uma fisiculturista americana que “ousou” fazer uma piadinha boba nas redes sociais. Abaixo, a matéria publicada no site:

A fisiculturista Diana Andrews perdeu uma maravilhosa oportunidade de ficar calada e de não postar nada nas redes sociais. Pelo Instagram, Diana publicou uma foto de uma mulher acima do peso usando o celular enquanto andava na esteira.

Na imagem, ela escreveu as seguintes legendas: “love handles” (alças de amor, fazendo alusão à barriga da moça), e “I bet she’s ordering for delivery” (eu aposto que ela está pedindo um delivery).

Diana tem 17 mil seguidores nas redes sociais e, diante da repercussão negativa, fechou seus perfis, que antes podiam ser acessados livremente. “Percebi que estava errada de fazer essa brincadeira estúpida. Não foi minha intenção”, revelou a moça.

Pelo Facebook, Diana insistiu em explicar que a sua brincadeira não teve como objetivo desqualificar o corpo da colega de academia. “Só quis fazer graça com o fato de ela estar usando o celular enquanto andava na esteira”, escreveu.

Por mais que tal comentário possa, por muitos, ser considerado “infeliz”, ainda assim não justifica tamanha repercussão. Quem nunca fez uma piadinha sobre alguém? Gilberto Dimenstein com certeza deve fazê-las, assim como todo mundo. Por que promover o linchamento público de alguém? Por que ajudar a disseminar o ódio contra uma pessoa por um erro tão bobo assim?

A piadinha não causou nenhum dano que fosse, e mesmo assim a sanha sádica dos fascistas culturais não para. Eles querem destruir a reputação e a vida das pessoas, e em geral as vítimas são gente comum, trabalhadores, pessoas que não têm meios para se defender de forma eficaz.

O caso de Diana Andrews é similar ao daquele jovem que foi demitido por fazer comentários “machistas” na internet, dizendo que mulheres não trabalhavam levantando sacos de cimento. Naquele caso, o jovem chegou a ser demitido em virtude da perseguição.

Ver também:

Construtora de deputado envolvido em escândalo de corrupção demite estagiário por perseguição política

Campanha feminista promove fascismo cultural contra quem pensa diferente

 

Anúncios

Um comentário sobre “Catraca Livre promove linchamento público de fisioculturista por piadinha “gordofófica”

  1. Por quê?
    Porque a essência da esquerda é o viés fortemente totalitário.
    Esquerdista que se preze sonha em ingerir na vida particular de todas as pessoas, entrar nos recintos dos lares e ditar regras de acorda com sua (lixo) agenda ideológica.

Deixe uma resposta