Câmara de SP deve economizar milhões com corte de ‘supersalários’

A Câmara Municipal de São Paulo começou a cortar salários acima do teto de aproximadamente 300 funcionários da casa.

O teto salarial para a maioria dos servidores da casa é R$ 24.165,87, e para os procuradores  R$ 30.417,10.

A medida pretende devolver aos cofres da prefeitura cerca de R$ 20 milhões. Junto com outros cortes, a Câmara pretende economizar R$ 100 milhões este ano.

Anúncios

Deixe uma resposta