Após empurra-empurra na Câmara, deputado se desentende com agente da polícia legislativa e o chama para a briga

Uma tentativa da Polícia Legislativa de conter um grupo de petistas que faziam baderna por causa da reforma da Previdência, acabou em confusão.

A discussão migrou para o empurra-empurra, e acidentalmente o cotovelo de um dos agentes acertou, de raspão, o deputado Arnaldo Faria de Sá, do PTB.

Irritado, ele chamou o policial para a briga. “Tira a farda que eu quebro a sua cara”, desafiou o deputado. O agente, porém, não aceitou a provocação.

 

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta