Contra indústria da multa, Gestão Doria proíbe os GCM’s de aplicar multa até a definição das regras claras

A gestão de João Doria proibiu os guardas-civis metropolitanos de aplicar multas no trânsito até a definição de regras mais claras. Um documento obtido pelo jornal O Estado de S. Paulo aponta “alinhamento das novas posturas e orientações sobre procedimentos a serem adotados na fiscalização de trânsito”.

A ação dos GCMs em aplicar multas foi uma das maiores polêmicas da gestão do ex-prefeito petista Fernando Haddad, que aumentou no número de radares e colocou guardas para multar motoristas com radar-pistola, fomentando assim a famosa “indústria da multa”.

A Prefeitura disse em nota que a atual gestão nunca usou radar-pistola para aplicar multas, e que o comunicado é uma “medida administrativa para formalizar a orientação de governo repassada aos guardas desde o início da atual gestão”. Segundo o governo, os guardas deverão atuar só nos casos mais graves e deixar as demais infrações a cargo da fiscalização da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego)”.

Anúncios

Deixe uma resposta