Gangue explode carro forte e mata policial militar em SP

Um policial militar foi morto a tiro por bandidos após explosão de carro-forte em rodovia do Interior de São Paulo. O assalto a um blindado da empresa de transporte de valores Protege ocorreu na noite desta segunda-feira (13) na cidade de Barrinha, região de Jaboticabal.

Segundo a Polícia, o veículo foi cercado por pelo menos três carros de passeio na altura do quilômetro 100 da Rodovia Carlos Tonani. Armados de fuzis, cerca de dez homens dominaram os vigilantes, que foram obrigados a sair, entregar as armas e assistir os bandidos explodindo o carro-forte, que ficou destruído.

Após a fuga dos criminosos, o Copom foi acionado, e equipes de Barrinha, Guariba e Jaboticabal saíram à procura da quadrilha. Em Guariba, dois policiais avistaram um veículo parado em um canavial e, ao se aproximar, foram surpreendidos por tiros disparados pelos bandidos.

Atingido na cabeça, o soldado Erik Ardenghe, de 27 anos, que era solteiro, acabou morrendo, como relatou um dos policiais da região, que não quis ser identificado: “Avistaram no canavial um veículo suspeito e, ao tentar acessar esse carro, foram surpreendidos pelos bandidos numa bifurcação. Eles estavam em um ponto mais elevado, então conseguiam avisar a viatura, que não os viam. O motorista, ao tentar se acobertar atrás da viatura, acabou levando um tiro fatal na parte craniana”, relata.

Em nota, a Protege informou que os funcionários saíram ilesos e que está colaborando com as investigações. O valor levado pela quadrilha não foi divulgado.

A notícia é da Jovem Pan.

Anúncios

Deixe uma resposta