Para escapar do aumento, empresas e consumidores buscam “mercado livre” de energia

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica registrou 410 adesões em busca do Mercado Livre como alternativo ao aumento nos preços, nos primeiros meses de 2017.

Os consumidores livres compram energia dos geradores ou comercializadores por contratos com condições como como preço, prazo, ou volume livremente negociadas.

No ano passado, com os preços da energia mais altos, muitas empresas foram em busca dessa mudança e é necessário ser associado da CCEE para isso.

Porém, as tarifas mais baixas não estão ao alcance comum, visto que pessoas físicas só podem comprar energia diretamente das concessionárias de distribuição, com tarifas reguladas pelo governo.

Anúncios

Um comentário sobre “Para escapar do aumento, empresas e consumidores buscam “mercado livre” de energia

Deixe uma resposta