Polícia Federal quer mais tempo para investigar o “departamento de propinas” da Odebrecht

Renata da Silva Rodrigues, delegada da polícia federal, pediu ao juiz Sérgio Moro a prorrogação por mais 90 dias do inquérito que investiga o “departamento de propina” da Odebrecht, revelado na Lava Jato.

“Tendo em vista o término do prazo legal de tramitação do IPL (inquérito policial), e a existência de diligências em curso (análise de material), com o fito de dar cumprimento a cota ministerial, abra-se vista ao Ministério Público Federal, indicando-se a necessidade de adicionais 90 dias para conclusão das investigações”, assinalou Renata.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta