Marchezan desmascara jornalista que mentiu durante entrevista. Ela disse que ele “não teve diálogo com professores”.

A colunista do Jornal Zero Hora (dominado por jornalistas de extrema-esquerda) Debora Cademartori lançou uma mentira sobre o candidato Nelson Marchezan Junior durante debate na última quinta-feira.

O detalhe é que Marchezan não deixou barato.

Usando linguagem corporal intimidadora, a jornalista apelou a um “fake News”: inventar a informação de que Marchezan não teve diálogo com os professores.

O desmascaramento foi implacável, como se vê abaixo:

Anúncios

31 comentários sobre “Marchezan desmascara jornalista que mentiu durante entrevista. Ela disse que ele “não teve diálogo com professores”.

  1. Professores e diretores são funcionários públicos ,nas escolas particulares professor diretor seguem regras ditam regras concorda sai vai procurar algo que lhe agrade. Forme uma escola com suas regras, mas como servidor as regras que devem ser seguidas é a da atual gestão. Se ñ estou de acordo com uma empresa que trabalho peço demissão e procuro outro. Funcionário publico ñ é dono do cargo porque prestou concurso esse pensamento tem que mudar no Brasil.

  2. Desconfiava que o MBL era formado por uma trupe de imbecis, acéfalos, ignorantes e manipuladores, e lendo essa matéria onde diz que o ZH é de extrema esquerda a desconfiança virou certeza……

  3. Pessoas como essa repórter que tem oportunidade de construir um país de vencedores infelizmente se dedicam a destruir. São indivíduos sem caráter arregimentados para destruir o sistema familiar cristão!!!

    1. O tema e ação chama se SUBERVERTER . 75 % do pessoal e quase 80 % dos gastos da KGB russa era gasto com subversão ! Ela busca na imprensa subverter as idéias , destruir conceitos de familia, religião , moral dos jovens . A subversão cubana esta aqui com quase 15.000 pessoas pelos Médicos . Aqui sebtrabalha as escokas e os mais jovens criando ativistas marxistas. E funcilna bem . Prova : as moças afrodescendentes que interpelaram uma galega com turbante em Curitiba . Onde vc acha que as moças aprenderam esta subversão de ” apropiação cultural dos negros ” ? Na escola !

  4. Desse tipo de prefeito que nosso paiz precisa dória em SP e Marchezan porto alegre parabéns que outros sigam esses exemplos governador e presidente etc…

  5. Quando uma rebocada com olhar de arrogância que não está preparada para formar opinião, será afastada de sua função por visível ato de incompetência? Esta jornalista desqualificada não reconhece seu erro e persiste a ponto de se afundar ainda mais na incompetência e no ridículo. RBS deixe de demagogia contrate gente minimamente preparada para a função de jornalista entrevistadora.

  6. A dita comunistinha tomou duas bordoadas que lhe atordoaram a vontade de re-intervir. Se tivesse apanhado na bunda teria ficado marcada com uma não aberta. Orre mequetrefe.

  7. Este tipo de “jornalistazinha” também são os grande responsáveis pela semi alfabetização e desinformação dos nossos estudantes, pois os professores incompetentes “mau-caráter” sabem que por trás deles têm estes maus profissionais da mídia brasileira para defende-los. Em países sérios, esta mulher não serviria nem para carregar os tri-pés das câmeras dos veículos de imprensa destas nações.

  8. O Grupo RBS já traçou sua linha de conduta através de jornalistas idiotas esquerdinhas e protetores de bandidos. Matérias de direito humanos é só com presos, que estão lá sabendo do que os esperam e nenhuma do sofrimento das pessoas que ficam a noite toda nas portas dos hospitais. Esses trabalhadores tem que sofrer mesmo para eles, não merecem nenhuma consideração. Espero que um dia caiam na mesma situação.

  9. Quando um jornalista, no exercício da sua função tem tendência partidária, a verdade sempre ficará prejudicada. Graças a liberdadae de expressão e as redes sociais é possível separar-mos o joio do trigo. Estamos vivendo uma crise de civilização, que será
    superada; pois esse sistema não consegue se sustentar.
    Vejam que a repórter tem vontade de avançar nele, quando ele fala que ela está equivocada. É muita arrogância dessa menina!

  10. Pobre moça. Desinformada ou maliciosa? Fica a pecha de má jornalista. Sempre, sob qualquer circunstância, o profissional tem que ouvir os dois lados e tecer perguntas com base no que ouviu de ambos. Adepta extremada do extinto Fidel ou aluna mal orientada na sua escola de jornalismo?

  11. Arrogância do prefeito!
    Não houve diálogo com as escolas e muito menos com a comunidade escolar. O Secretário de educação visitou uma única escola. Desconhece realidade da periferia.

  12. Será muito fácil corroborar as declarações sobre as deficiências de alunos do primeiro grau, quanto as matérias referidas. Português e Matemática. Pode-se citar como exemplo, qualquer ditado (não sei se pedagógico ou não), MAS EFICIENTE, bem como qualquer conta simples, podendo ser, simplesmente de adições e/ou subtrações simples. Em qualquer ramo de atividade comercial, podemos ver atendentes de caixa utilizando máquinas para somar 2 + 2!

  13. Não sei. Às vezes vejo que certas matérias possuem títulos inadequados ao diálogo estabelecido. Em momento algum eu vi o prefeito ser espremido ou ofendido pela pergunta da jornalista, ao contrário, ela disse que os professores não foram consultados e foi confirmado pelo prefeito, pois disse que os diretores foram consultados. Se formos fazer mimimi de qualquer coisa, começamos a perder credibilidade como os esquerdopatas. Estamos derrotando a esquerdopatia através deles mesmos e suas colocações bizarras, mas se formos pelo mesmo caminho cairemos na vala comum. O comunismo é um câncer que deve ser combatido ou através das armas ou com racionalidade pois do contrario ela volta com mais força. Vimos isto depois de 1964. Vamos valorar o bom debate e deixar de lado os mimimis.

    1. Concordo inteiramente. Roda o vídeo de novo. “Houve a apresentação para todos os diretores e para os mais de um vice-diretores”. Ou seja, NÃO TEVE DIÁLOGO COM OS PROFESSORES. Game Over.

  14. Gostaria que o Prefeito explicasse quem vai supervisionar os alunos no café da manhã e no almoço, todos juntos, entre 5 e 17 anos, em um número aproximado de 500, em refeitórios com capacidade de 90.
    Quem ficará com os alunos no período de reunião pedagógica?
    Como, reduzindo em 45 min diários, os alunos ficarão mais tempo com os professores?
    O prefeito sabe o que é “bonde”?

  15. Tem jornalista que acha que tem due firmar opinião em vez de informar. Parece que esse clube esta aumentando. Acho que a universidade esta deturpando a formação proficional.

  16. Parte dos professores foram consultados, ou seja, os Diretores. Não vi a jornalista mentir…porém entendo que os alunos tendo mais horas atividades aprendem melhor…desde que realmente aja reforço pedagógico e interesse do aluno.

    1. Os diretores não foram consultados, simplesmente foram informados.
      A medida não aumentará o número de horas aula e sim diminuirá em 45min diários.

Deixe uma resposta