Odebrecht complica o governo petista: “Eu era o otário do governo; eu era o bobo da corte”

por Baltazar Soares

“No depoimento que prestou nesta quarta-feira, dia 1º, à Justiça Eleitoral, o empresário Marcelo Odebrecht disse que se sentia o ‘bobo da corte’ do governo federal. Ao falar sobre a situação da empreiteira baiana que leva seu sobrenome, o ex-presidente do conglomerado demonstrou descontentamento por ser obrigado a entrar em projetos e empreendimentos que não desejava e bancar repasses às campanhas eleitorais, sem receber as contrapartidas que julgava necessárias”, informa o UOL.

É difícil dizer se Marcelo Odebrecht era mesmo o bobo da corte, mas que ele foi feito de bobo, certamente foi. Tanto é que apesar de ser apenas uma das partes no grandioso esquema da Petrobrás, é justamente aquele que mais está pagando caro por isso. Lula e Dilma, onde estão? Livres, leves e soltos.

Se Odebrecht, um rico empresário, assim como Eike Batista, está preso por seus envolvimentos com o governo petista, por que seus principais comparsas ainda não estão? É porque certamente fizeram MO de tolo e deixaram que os rastros de toda a sujeira levassem até ele, não ao partido.

Não dá para saber quanto tempo mais essa história vai se arrastar, mas o fato de Lula e Dilma ainda estarem livres é uma afronta à sociedade.

Anúncios

2 comentários sobre “Odebrecht complica o governo petista: “Eu era o otário do governo; eu era o bobo da corte”

Deixe uma resposta