Fascismo cultural: Anitta é perseguida após colocar dreads para o carnaval

Conforme o Diário de Pernambuco, a cantora Anitta postou em suas redes sociais, nesta sexta-feira (24), um novo look para o carnaval – mas os dreads que a artista escolheu irritaram os fascistas culturais.

Alguns deles partiram para o tradicional linchamento público na Internet. Um disse: “Nem acordei direito e já tive que ver a Anitta se pintando de negra”, comentou um usuário. A cantora já havia sido alvo de acusações de apropriação cultural quando escolheu um look similar para participar do programa Altas horas, da Rede Globo, em dezembro do ano passado.

“Já em terras baianas. Renovando as energias para começar nosso carnaval com tudo”, escreveu Anitta em uma das fotos, em que aparece também mais bronzeada que de costume. “Anitta não era branca?”, “ela tá tipo Michael Jackson reverso” e “a maior negra falsa que você respeita” foram alguns dos comentários da postagem. “A era Lemonade chega para todo mundo”, comentou um fã, fazendo referência ao mais recente álbum de Beyoncé – no clipe da música Don’t hurt yourself, a norte-americana aparece com trancinhas similares. Nem todos os comentários, no entanto, foram negativos.

Alguns fãs se revoltaram com o patrulhamento: “Deixa a mulher em paz! Se ela quer tomar um bronze e fazer umas trancinhas, qual o problema? Que povo chato, credo!”, escreveu uma internauta. “Sendo ou não sendo negra, ela pode usar o que quiser. Essa coisa de apropriação cultural é a maior besteira que já ouvi”, defendeu outra.

Anúncios

2 comentários sobre “Fascismo cultural: Anitta é perseguida após colocar dreads para o carnaval

  1. Uma mulher branca fazer dreads e se bronzear é apropriação cultural. Ja as negras que alisam os cabelos e pintam de amarelo é considerado o quê? Santa hipocrisia.

  2. Só aceito o argumento de apropriação cultural se vier de um africano puro e pertencente a alguma tribo com esses costumes, fora isso o argumento de um bosta de um brasileirinho qualquer não tem meu reconhecimento, ser negro no Brasil não te torna um negro foda tipo o Luther king, só te torna mais um bosta dentre as várias bostas de várias cores dentro do Brasil e na internet. A garota usa oq quiser, quem não gostar que vá la e tire dela os dreads e o bronze, Ah! Mas esqueci, essa gentinha só é corajosa atrás da tela de um PC ou celular kkkk fora dela são apenas covardes q não merecem nada mais q o esquecimento de suas vidas medíocres kkkkk bora ser feliz pq nossas vidas são interessantes o bastante para q possamos ignorar esse povo infeliz.

Deixe uma resposta