Moraes defende aumento de pena máxima para menor que praticar crime hediondo: De 3 para 10 anos 

Durante a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça, que ocorreu neste terça-feira, 21, o ministro licenciado Alexandre de Moraes defendeu que a pena máxima de reclusão para menores de idade que cometem crimes hediondos deveria aumentar de três para dez anos.

Para Alexandre, um dos problemas do Estatuto da Criança e do Adolescente é que não há proporcionalidade entre o ato praticado e a punição. O ministro lamentou a possibilidade de um menor envolvido em um latrocínio por exemplo fique internado por no máximo três anos.

O povo certamente apoia a ideia.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta