‘Luz barata’ de Dilma custará R$ 62 bi para o consumidor

Quatro anos depois, foi apresentada ontem mais uma conta aos consumidores da intervenção da presidente Dilma Rousseff no setor elétrico, em 2012. As transmissoras de energia receberão uma indenização de R$ 62,2 bilhões, que será paga nas contas de luz, com impacto de 7,71% nas tarifas este ano.

No Rio, a previsão é que o preço da energia para as residências suba 8,55% em março — percentual que já inclui o efeito dessa indenização. A redução de 20% nas contas de luz, determinada por Dilma em 2012, foi anulada por aumentos que ultrapassaram 50% em 2015.

Empresas transmissoras terão direito a indenização pelos prejuízos sofridos em 2012, quando a ex-presidente impôs uma redução de 20% nas tarifas, anulada em 2015 por aumentos de 50%.

A informação é do jornal O Globo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s