Lasier Martins escancara hipocrisia petista sobre Dias Toffoli: “Lula nomeou para o STF alguém que nem passou no concurso para juiz!”

O senador Lasier Martins, durante a sabatina de Alexandre de Moraes, fez um discurso escancarando a hipocrisia petista. Ele lembra que no governo Lula, foi indicado para o STF  Dias Toffoli, que sequer havia passado em concurso para juiz.

Lasier também criticou a forma de nomeação de ministros do STF, que é feita pelo presidente da república de forma autocrática e conforme interesses partidários

Anúncios

5 comentários sobre “Lasier Martins escancara hipocrisia petista sobre Dias Toffoli: “Lula nomeou para o STF alguém que nem passou no concurso para juiz!”

  1. Bom dia!
    Não há mais nenhuma dúvida, O Lula e o PT abriram a caixa da vergonha e quebram o Brasil com seus 171 de toda a espécie.
    Prender estes elementos, ainda soltos, é questão de resguardar a nossa soberania nacional. Ainda estão roubando o país, agora na mão do PMDB e PMDB.
    Temos que Intervir.

  2. Não vejo a hora de acabarem com esses bandidos comandando o nosso querido e Amado país. Chega de falcatruas e superfaturamento para interesses próprios e temos que mudar nossa legislação e fazê-la que seja de interesse exclusivo para o bem do povo trabalhador e o desenvolvimento do país.
    Chega de politicagem e vamos administrar o país com ordem, progresso e honestidade.

  3. Chegamos ao cúmulo de ter vergonha de ser brasileira. É tanta sujeira entre esses políticos mafiosos que estamos chegando ao fundo do poço; perdendo as forças, porque não vemos saida. Ninguém faz nada pelo nosso País. Até o próprio brasileiro está de braços cruzados. Parecem robôs. Nós somos a maioria e temos que ir para as ruas colocar a
    Boca no trombone até nos escutarem e acabar com toda essa sacanagem. Parar só quando tudo tiver acabado. Ver o País livre da máfia.

  4. Mas é exatamente agora que nao se deve desistir. A populacao deve manifestar a sua indignacao pela decisao absurda de soltar estes bandidos de colarinho branco, dos que vivem as custas do sangue do povo, sugando o pouco que ainda resta de bens públicos do País.

Deixe uma resposta