Laranja de Carlos Cortegoso teria entregado mochilas cheias de dinheiro ao PT

O laranja de Carlos Cortegoso, Jonathan Gomes Bastos, teria entregado mochilas cheias de dinheiro ao PT. As informações são do Antagonista, que obteve acesso ao conteúdo do depoimento de Jonathan, na ação que pede a cassação da chapa de Dilma de 2014.

Carlos Cortegoso é o dono da Focal, uma das gráficas usadas pelo PT para lavar dinheiro na campanha de 2014, e tinha Jonathan como motorista e faz-tudo, além de laranja.

Segundo seu depoimento, Jonathan viajava uma vez por semana, ao longo dos três primeiros meses de 2014, indo de São Paulo a Brasília carregando uma mochila com dinheiro que Cortegroso lhe entregava.

Quando desembarcava na rodoviária de Brasília, havia um carro o esperando, onde deixava a mochila e, em seguida, era levado até o aeroporto, de onde voltava para São Paulo. O TSE mandou verificar se há mesmo o registro das passagens em nome de Jonathan.

O conteúdo, segundo o laranja, era chamado de “camisetas”.

Anúncios

Um comentário sobre “Laranja de Carlos Cortegoso teria entregado mochilas cheias de dinheiro ao PT

Deixe uma resposta