Pela primeira vez em 2 anos, indústria de SP contrata mais do que demite. Caos criado por Dilma começa a ser superado.

Conforme o Jornal Nacional, pela primeira vez em 2 anos, indústria de SP contrata mais do que demite, dado que medidas para injetar mais dinheiro na economia começam a dar resultados.

Depois de fechar mais de 500 mil postos de trabalho nos últimos três anos, a indústria paulista criou, em janeiro, 6.500. Esse é o primeiro resultado positivo desde abril de 2015, quando as indústrias vinham demitindo mais do que contratando.

A crise econômica criada intencionalmente pelo governo Dilma fez as vendas despencarem, com a produção indo junto pro abismo, mas a aprovação do limite de gastos do governo e o anúncio de medidas para injetar mais dinheiro na economia parecem começar a dar resultado.

A Federação das Indústrias de São Paulo, afirma que 68% dos setores pesquisados em janeiro apresentaram crescimento. O destaque vai para produtos de borracha e de plástico, seguidos de artigos de vestuário e acessórios.

“Os primeiros sinais de fevereiro também estão sendo positivos. Isso nos leva a crer que há uma possibilidade de retomada sim”, explica Paulo Skaf, presidente da Fiesp.

O setor de embalagens é um dos setores que indicam com mais precisão o que vem por aí. A matéria diz:

Quando a indústria em geral aumenta sua produção, ela precisa de mais embalagens para seus produtos e ela costuma fazer essa encomenda antecipadamente. É por isso que esse setor consegue antecipar uma tendência na economia. E é o que está acontecendo nesta fábrica de embalagens. Do ano passado para cá, eles contrataram mais funcionários do que demitiram. Saíram 700 e chegaram 1.100, depois que as encomendas voltaram a aumentar.

“Nós estamos apostando aí, contratando profissionais experientes e investindo em equipamentos de melhor produtividade que dá maior qualidade aos nossos produtos”, diz Manoel Padula, diretor da indústria.Ricardo e Ernani estão no grupo dos bem-vindos. Parte do salário já tem destino certo.“Pagar dívida, porque tem que ter um planejamento”, afirma Ernani.“Agora já estou estabilizando. Tô seguindo a vida agora. Tá dando tudo certo, graças a Deus”, diz o auxiliar de produção Ricardo Ferreira.

Anúncios

Um comentário sobre “Pela primeira vez em 2 anos, indústria de SP contrata mais do que demite. Caos criado por Dilma começa a ser superado.

Deixe uma resposta