Esquerda radical tenta gerar caos com greves em Floripa mas toma nocaute de ONGs e entidades empresariais

Um manifesto que circula pelas redes sociais, assinado por 33 entidades empresariais e da sociedade civil organizada, publicado nos principais jornais de Santa Catarina, estremeceu a greve dos servidores públicos de Florianópolis.

A nota afirma que as instituições signatárias estão de acordo com as reformas da prefeitura: “Defendemos uma gestão municipal eficiente como condição para reorientar os rumos da cidade para um cenário de crescimento sustentável e melhorias sociais. Para isso, muitas vezes se faz necessário a adoção de medidas econômicas com caráter impactante, que visam alcançar resultados imediatos a fim de vencer os desafios impostos à cidade”.

O manifesto é assinado pelas seguintes associações: FIESC- Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina; FCC&VB – Federação Catarinense dos Conventions e Visitors Bureau; FECOMÉRCIO/SC – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina; FHORESC – Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de Santa Catarina; SEBRAE/SC – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina; SINDUSCON – Sindicato da Indústria da Construção Civil da Grande Florianópoli; ACATE – Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia; SENGE/SC – Sindicato dos Engenheiros no Estado de Santa Catarina; ABAV/SC – Associação Brasileira de Agências de Viagens de Santa Catarina; SHRBS – Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Florianópolis; ASBEA/SC – Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura de Santa Catarina; SECOVI/SC – Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Residenciais e Comerciais de Santa Catarina; ACE – Associação Catarinense de Engenheiros; SINDIMÓVEIS/SC – Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de Santa Catarina; ABEOC/SC – Associação Brasileira de Empresas de Eventos de Santa Catarina; SINDETUR/SC – Sindicato das Empresas de Turismo no Estado de Santa Catarina; ABIH/SC – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Santa Catarina; SINDEPARK/SC – Sindicato Intermunicipal dos Estabelecimentos de Garagens, Estacionamentos, Limpeza e Conservação de Veículos; ABRASEL/SC – Associação Brasileira de Bares e Restaurantes Seccional Santa Catarina; SESCON/SC – Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis, Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisa no Estado de Santa Catarina; ACATMAR – Associação Náutica Brasileira; CDL – Câmara de Dirigentes e Lojistas de Florianópolis; ACIF – Associação Comercial e Industrial de Florianópolis; IAB/SC – Instituto de Arquitetos do Brasil; AMPE – Associação dos Empreendedores de Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais da Região Metropolitana de Florianópolis; IBAPE/SC – Instituto Catarinense de Engenharia de Avaliações e Perícias; COMDES – Conselho Metropolitano para o Desenvolvimento da Grande Florianópolis; ONG FLORIPAMANHÃ; CREA/SC – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina; FLORIPA CONVENTION & VISITORS BUREAU; CRECI/SC – Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Santa Catarina; FORTUR – Fórum de Turismo de Florianópolis e FÓRUM DO SETOR IMOBILIÁRIO DA GRANDE FLORIANÓPOLIS.

As entidades signatárias respondem por aproximadamente 80% da geração de riqueza da cidade e por 60% dos empregos formais. Ou seja, é o PIB da cidade se posicionando contra a greve e a favor das medidas de austeridade.

A informação foi divulgada pelo portal Notícias do Dia.

Anúncios

Um comentário sobre “Esquerda radical tenta gerar caos com greves em Floripa mas toma nocaute de ONGs e entidades empresariais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s