Alerta Vermelho: “Justiça” quer que Doria consulte sovietes antes de apagar as pichações

por Baltazar Soares

Em 2014 a ainda presidente Dilma Rousseff publicou o decreto 8.243, que veio a ser revogado no Congresso em novembro, logo após sua reeleição. A ideia deste decreto era bem simples, mas perigosa. Ele daria a “movimentos sociais” e “entidades de classe” o poder de decidir e, por assim dizer, até o poder de legislar segundo suas vontades, ignorando o poder legislativo em muitos aspectos.

Sob o pretexto de “dar voz ao povo”, Dilma queria mesmo era dar poder aos grupos políticos ligados ao PT, tais como UNE, CUT, MST, UBES, etc. Logo após a revogação no Congresso, o PSOL entrou com um projeto exatamente igual, que só veio a ser rejeitado no ano passado.

Contudo, a tentativa de recriar os sovietes persiste, e hoje tivemos um claro sinal disso com a atuação da Justiça contra João Dória. A fim de frear as ações do programa Cidade Linda, em especial aquelas que visam acabar com as pichações, militantes da Rede Sustentabilidade moveram uma ação popular para que Dória seja obrigado a consultar um órgão público antes de apagar alguma pichação, sob o pretexto de “proteger o patrimônio histórico e o paisagismo”… Uma piada de mau gosto!

Atos como estes têm se tornado comuns toda vez que um gestor decide algo que desagrada ou que fere os interesses esquerdistas. A ideia agora é que Dória peça permissão não ao povo, mas a um grupelho de pilantras obviamente ligados a algum movimento de extrema-esquerda, que certamente irá negar seus pedidos na maior parte dos casos.

Claro que ainda cabe recorrer da decisão, e é bem provável que ela não dure. Mesmo assim, é bom ficarmos alertas para esse tipo de tentativa de totalitarismo. Como diria Lênin, “todo poder aos sovietes”… Sovietes que ele próprio controlava.

Anúncios

3 comentários sobre “Alerta Vermelho: “Justiça” quer que Doria consulte sovietes antes de apagar as pichações

  1. Não haverá paz no Brasil enquanto as esquerdas não forem caladas definitivamente. Essa gente não irá descansar enquanto não conseguir viabilizar a comunização do Brasil e, por isso, farão tudo para inviabilizar qualquer atitude de quem lhes seja contrário, mesmo que esta atitude seja pelo bem do povo. Há ódio, rancor e desejo de vingança pelas esquerdas por terem perdido o poder central e centenas de prefeituras e este ódio vai se transformando cada vez mais em atitudes desesperadas como verificadas pela vereadora do PT contra Holiday. Em dado momento isto vai se transformar em guerra declarada (pois hoje vivemos a guerra fria ideológica) e haverão vítimas abertas do confronto entre os cidadãos de bem contra os vermelhos do mal. A esquerda se julga muito valente e capaz de atacar quem lhe impede o caminho, mas se esquece que do outro lado não existem ovelhas para serem imoladas no altar da ideologia comunista. Haverá confronto sim, e sinto que o Brasil caminha para o caos. O que realmente me incomoda diante de tantos fatos, É O SILÊNCIO DAS FFAA.

Deixe uma resposta