O legado petista: Ao menos 2,5 milhões passarão a viver na pobreza até o fim do ano segundo o Banco Mundial

Pelo menos 2,5 milhões de brasileiros devem cruzar a linha da pobreza até o fim do ano. É o que aponta o Banco Mundial. Um estudo inédito da instituição, que analisa os efeitos da crise econômica e do desemprego, mostra dois cenários para o avanço da pobreza no país.

O mais pessimista indica que o Brasil pode ter até 10,3% da população nessa condição — uma massa de 20,9 milhões de pessoas. O contingente de novos pobres segue um padrão: são jovens, urbanos e escolarizados. E não estavam nessa situação em 2015.

A informação é do jornal O Globo.

 

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta