Movimentos voltarão às ruas em 26/03 para lutar pela Lava Jato e pedir reformas

Movimentos políticos de todo o Brasil estão se organizando para voltar às ruas, desta vez com foco contra a impunidade e apoio a Operação Lava-Jato.

Grupos como Nas Ruas, Movimento Liberal Acorda Brasil e Movimento Brasil Livre pretendem reunir a população para declarar apoio a Lava-Jato e exigir as reformas. O MBL publicou em sua página o seguinte comunicado:

O fim do foro privilegiado é um pauta antiga que já havia sido reivindicada em dezembro, na última manifestação organizada pelo movimento. A PEC, de autoria de Álvaro Dias, ainda se arrasta no Senado.

Anúncios

13 comentários sobre “Movimentos voltarão às ruas em 26/03 para lutar pela Lava Jato e pedir reformas

    1. bajuladora de bandido e eleitora de quadrilha não vai pedir a prisão do Serra? Temer? Jucá? Padilha? do Mineirinho da planilha da Odebrecht? do Santo da mesma planilha? ah, esqueci na tua ética seletiva, partidário e vagabunda como você, teus bandidos preferidos podem tudo

      1. E os seus bandidos preferidos ? A moça não defendeu nenhum desses ai que o senhor falou, mas parece que para o senhor, há sim os bandidos de estimação que quer defender.

  1. Eu não acredito mais nesses movimentos de rua. Na minha opinião, esses grupos estão sendo comandados por partidos políticos, que não representam os anseios da população brasileira.

    1. Certíssimo Edison, o que eles estão articulando contra a famigerada Reforma da Previdência? O que vemos são partidos políticos apenas interessados me manipular a opinião pública para se perpetrarem no comando do jogo do poder!!!

    2. Eu quero REFORMA POLÍTICA e os Bandidos na cadeia, Reforma Trabalhista e Previdenciária é mais uma forma para enganar o povo…o déficit da Previdência vem dos func. públicos e do rural! E da bandidagem enfiando a mão, desviando o dinheiro da previdência!! Continuam achando que o povo é trouxa!!!!!!!

  2. Vagabundos, povo desleixado, o Brasil precisa de lutas diárias, não de manifestações esporádicas idiotas. Vão rebolar o rabo primeiro, depois das férias, do Carnaval, só depois vão se manifestar. Comediantes atuais, sem graça, para esclarecer e não precisar desenhar.

  3. Edison Pereira Ribeiro está corretíssimo. Esses movimentos de rua são estratégia da classe política que não quer que o movimento pró-intervenção militar cresça. Pois isto representaria o fim para eles.

  4. Como acreditar nesses grupos, que deram aval ao que ai está. MBL apoio a Cunha descaradamente. Outros movimentos também manipulados. Não dá para acreditar. Só querem levar mais algum tipo de vantagem.

  5. lixos, canalhas e bajuladores de bandidos vão as ruas pedir para que eles retirem direitos dos trabalhadores, matem o mesmo sem ter direito a aposentadoria e também matem as viúvas pensionistas de fome. Ao invés de irem para as ruas contra Jucá, Padilha, Temer, Moreira Franco et caterva que ajudaram a colocar no poder, vão as ruas para apoiar políticas contra os trabalhadores. Típico de lixos como vocês

  6. Vão também pedir para nunca se aposentarem, para perderem a integralidade de seus benfícios, para perder direitos trabalhistas garantidos pela CLT ? Olha pedir para continuar a lava a jato e não bater no Temere no PMDB é como ir à Roma e não ver o Papa.

Deixe uma resposta