Moro ouvirá testemunhas que podem complicar Lula no escândalo sobre seu Instituto

Nesta semana o juiz federal Sérgio Moro ouvirá testemunhas no processo sobre a compra do terreno do Instituto Lula, e elas podem complicar o ex-presidente ainda mais.

Segundo apurou o Valor,  algumas das testemunhas devem relatar que o terreno foi visitado por Lula, Marisa Letícia e diversas pessoas próximas ao ex-presidente, como Roberto Teixeira, Paulo Okamotto e José Carlos Bumlai.

O terreno foi comprado pela DAG Construtora para “evitar publicidade”, e custou 12,4 milhões de reais que foram abatidos da conta da propina do PT no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht.

Quando Lula desistiu do terreno, a DAG repassou dinheiro para o primo de José Carlos Bumlai, que registrou em seu nome a cobertura ocupada por Lula em São Bernardo do Campo.

 

Advertisements
Anúncios

Um comentário sobre “Moro ouvirá testemunhas que podem complicar Lula no escândalo sobre seu Instituto

  1. A muito tempo povos brasileiros, que sobrevivem em lugares não visto pelo poder público, que nem se quer podia armazenar os seus alimentos, tomar água gelada e nem ter um conforto de um ar condicionado ou ventilador. Prescisou de um analfabeto como dizem os sabe tudo, basta de demagogia. BANDO DE MARIA VAI COM AS OUTRAS.

Deixe uma resposta